Minhas Artes

  • Acadêmica de Conservação e Restauro (UFPel)
  • pintura em tela e madeira
  • textos e poemas
  • tricô

Amo gatos!

Desmanchando os Dramas

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Poncho Preto

Gente, terminei! Agora está calor, mas no próximo inverno eu "estréio" meu pala...Ficou "hummmm looooxu"!!!! Eu ia bordar, mas fiquei com preguiça...Talvez no início do inverno.
Tamanho: Altura do joelho e tapa as mãos.
Tempo: 1 mês
Nível de dificuldade: bem difícil...!!!!Muuuuuuuuuita paciência!
Material:
1, 2 kg lã pura Paratapet, divida em 2 fios.
Agulhas 5.5
2 seguranças de tricô
Agulha grossa para costurar tricô

Legenda:

pas:ponto arroz simples.
pml:pontos no mesmo lugar (ex:2aum no mesmo ponto+ o ponto normal=3pml)
pef:pontos em espera para frente (para fazer a troca das tranças)
pet:pontos em espera para trás (para fazer a troca das tranças)
pjt: ponto junto em tricô
pmsf:ponto malha sem fazer

Modo de fazer:
OBS:ESTE TRABALHO TEM AUMENTOS CENTRAIS ( 3pml) QUE SÃO CONSTANTES EM TODO O TRABALHO EM TODAS AS CARREIRAS, PARA QUE SE FORME O "V". O MODO DE FAZER É DIVIDIDO EM TRÊS FASES: CORPO ( FRENTE E COSTAS), PEITO ( FRENTE E COSTAS) E GOLA.
Corpo (frente e costas):
Coloque 5p nas agulhas e trabalhe em pas, iniciando o aumento central no 3ºp(3pml).
1ª carr:1t;1m;3pml;1m;1t
2ª-25ªcarr:pas;3pml;pas
26ªcarr:23pas;2pet,1m,volta 2t;1t;3pml;1t;1pef,2t,volta 1m;23pas
27ªcarr: 23pas, ac.p,3pml;ac.p;23pas
28ªcarr:21pas;2pet,1m,volta, 6pml,5t,1m;3pml;1m;4t,1pef,1t,6pml;volta1m;21pas
29ªcarr:21pas;1t;11m;1t;1m;3pml;1m;1t;11m;1t;21pas
30ªcarr:19pas;2pet,1m,volta,6pml,1t;6pjt;5t;1m;1t;1m;3pml;1m;1t;1m;5t;6pjt;1pef;1t;6pml;1m;19pas
31ªcarr:19pas;1t;6m;ac.p;3pml;ac.p;6m;1t;19pas
32ªcarr:17pas;2pet;1m;volta6pml;1t;6pjt;7t;1m;1t;1m;1t;3pml;1t;1m;1t;1m;7t;6pjt;1pef;1t;6pml;volta 1m;17pas
33ªcarr: 17pas;1t;6m,ac.p,3pml, ac.p,6m, 1t, 17pas
34ªcarr: 15pas, 2pet, 1m, volta 6pml, 1t,6pjt,11t, 1m, 1t, 1m, 1t, 1m, 3pml, 1m,1t, 1m, 1t, 1m, 11t, 6pjt, 1pef, 1t, 6pml, volta, 1m, 15pas
35ªcarr:15pas,1t, ac.p,3pml, ac.p, 1t, 15pas
36ªcarr e seguintes: quando formar os 21pas e cinco nós, inicie novamente a diminuir a borda de pas. A medida que se formar pontos no centro do trabalho inclua, tranças simples centrais.
36ª-39ªcarr: siga conforme o que estava sendo feito, sempre aumentando e fazendo o desenho de trigo no meio e os nózinhos diminuindo a terminação.
40ªcarr:11pas, 1m, 6pjt, 1t, 6pml, 21m, 1m, 1t, 1m, 1t, 1m, 3pml, 1m, 1t, 1m, 1t, 1m, 21m,6pml, 1t, 6pjt, 1m, 11pas
41ªcarr:11pas, 1t, ac.p, 3pml, ac.pc, 1t, 11pas
42ªcarr:11pas, 1pet, 1m, 1t, volta 1m, 6pjt, 1t, 6pml, 21t, 1m, 1t, 1m, 1t, 1m, 3pml, 1m, 1t, 1m, 1t, 1m, 21t, 6pml, 1t, 6pjt, 2pet, 1m, volta 1t, 1m, 11pas
43ªcarr: 13pas, 1t, 29m, 1t, 1m, 1t, 1m, 2t, 3pml,2t, 1m, 1t, 1m, 1t, 29m, 1t, 13pas
44ªcarr:13pas, 1pet, 1m, 1t, volta 1m, 6pjt, 1t, 6pml, 21t, 1m, 1t, 3m, 3pml, 3m, 1t, 1m, 21t, 6pml, 2pet, 1m, volta 1t, 1m, 13pas
Seguimento do trabalho:
O lado avesso é sempre em tricô, salvo os pontos arroz simples. A medida que o trabalho vai crescendo, tu vais incluindo o trabalho de trançagens.
IMPORTANTE: AS TROCAS DE LUGAR DOS PONTOS DAS DIFERENTES TRANÇAGENS NÃO COINCIDEM, POR ISSO TODO O CUIDADO É POUCO.
Ponto tricô: lado direito, para que se forme os relevos das trançagens (varia a quantidade)
Nós: bolinhas de 6pml (feito sobre 1p)
Trança fantasia: feito sobre 6pm. Lembra do ponto cruzado? Esta corda é formada entre intervalos sem trama ( 8carr) e intervalos com ponto cruzado sobre dois pontos laterais( 6carr).
Trabalho livre: Este não aparece muito na foto, os pontos malhas sem fazer são deslocados para os lados ( para dentro e para fora), a fim de que formem um trabalho, que é mais ou menos assim: ψ
Direito:2t,1pmsf,2t,1pmsf,2t,1pmsf,2t ( forma alargada). Trabalhe por 20carr assim.
Avesso: 2m,1t,2m,1t,2m,1t,2m ( trabalhe assim por 20carr).
Mudança de lugar: trocas de 1pmsf por 1t (para dentro), sempre no lado direito, de 1X1 carr, por 2x. Ficam 2pmsf, divididos por 1 t ( forma junta). Trabalhe assim por 20carr e volte a trocar os pontos de lugar (2x) para que a forma se alargue ( p/20carr).
Trança 12p: 3 cordas que se trocam de lugar alternadamente de 8x8carr (lado avesso em tricô).
Pontos cruzados: sobre 2pm.
O trabalho de transagens de cada lado fica assim:
21pas, 1 nó de 6p, 20t, 1 trança fantasia, 1 trabalho livre, 1 trança fantasia, 10t, 1 trança de 12p, 10t, 2 pontos cruzados, 1t, 2 pontos cruzados, 1t, 2 pontos cruzados,3t( total 102p).
Quando atingir esta quantidade de pontos separe o trabalho. deixe um dos lados numa segurança de tricô e o outro siga o trabalho por 40cm. Não arremate, deixe numa segurança e reinicie outro lado que deixaste sem fazer anteriormente, também fazendo-o por 40 cm. Não arremate, inclua-o na segurança de tricô, junto com o outro lado. Faça as costas igual e depois de terminado costure as laterais.
Peito (frente e costas):
O trabalho inicia em 1p e os aumentos são centrais para que se forme o "V". Trabalhe da mesma maneira que o corpo. Inicie o trabalho inteiro, depois divida e faça uma altura que coincida com ombro do corpo. A medida que o trabalho aumenta vá incluindo as trançagens, que são:
Pontos cruzados e trança de 2 cordas de 4p. E, cada lado fica assim:
2t, 2 pontos cruzados, 1t, 2 pontos cruzados, 1t, 2 pontos cruzados, 1ot, trança de 2 cordas, 4t, transa de 2 cordas, 10 t, 2 pontos cruzados, 2t. ( lado avesso em tricô). Faça as costas igual e não arremate. Costure só um ombro, as outras pontas deixe na segurança. Coloque os pontos laterais de dentro para que se fazer a gola.
Gola: Ponto de barra 1x1 por 40 carr, no mínimo. Não esqueça que existe uma cava de gola em "V" por isso, nas primeiras 10 carr ( 1 carr sim e outra não) terás que diminuir os pontos centrais ( ficam 5 diminuições ). Essas diminuições são de 3pj. Costure tudo, coloque as franjas e "Voilá"!

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Pelerine para Gi


Bom, gurias o que eu pude notar pela foto é o seguinte:

Como se chama isto? Pelerine vestida? Pelerine blusão?Blusão pelerine?
Bom vamos, lá...!

Compreensão:
O trabalho todo é feito com uma lã que tenha seda junto, isto dará uma “caída” ao trabalho, e não deve ser muito grosso, pois do contrário, pesaria de mais. As agulhas são grossas, e as mesmas sempre por todo o tabalho, o que contribui para dar um ar leve. O ponto é santa clara (sempre t ou sempre m). A tricotagem é feita sempre atravessada, com exceção dos punhos e da trança de acabamento da pelerine. Procure não colocar os pontos muito apertados na agulha porque prejudicaria na hora de costurar na lateral. A costura a gola é atrás, na nuca, mas o corpo eu indico costurar no lado, porque fica mais escondido.
O número de pontos, como todas sabem, depende do fio, da agulha e do tamanho do manequim, por isso é bom que se faça uma amostra de 10pontosX10carreiras, com a agulha que irá se usar.

Como medir:

Corpo:Medindo com uma fita métrica, no seu próprio corpo, a altura dos quadriz até as axilas determina o número de pontos que se colocará na agulha (largura); a circunferêcia total dos quadriz indicará a altura que irá ser tricotada. Deixe a fita métrica não muito justa ao seu corpo na hora de medir, ok? Não existe terminação no corpo, mas aconselhoa fazê-la, pois com o uso o tricô se alarga. Faça esta terminação posteriormente, da mesma maneira que os punhos: pegue os pontos laterais, que correpndem a altura e faça quatro ou cinco carreiras de barra 1x1( isso resolve o problema de alargamento) Arremate e reserve.

Mangas:
Não dá para ver como são, mas imagino que se o corpo é feito atravessado, as mangas, por baixo da pelerine, também são. Então a medida e a terminação dos punhos são feitas da mesma maneira que no corpo: pegue os pontos laterais e faça barra 1x1 por umas 15 carreiras. Arremate e reserve.

Pelerine:
Também feita atravessada, mas a altura equivale a soma do corpo+mangas+ uns 20carreiras de aumento. A largura pelo que pude contar é 20p. É costurada depois no conjunto corpo e mangas.
A trança de terminação parece ser de 12p, dividida 3X4p. As trocas desta trança são alternadas. Existe uma maneira de fazer isto junto com a pelerine, mas ficaria difícil de explicar sem fotos, então por isso melhor fazerem a mesma quantidade de carreiras da pelerine e costurar depois.

Gola:
Mesma coisa: atravessada. Largura: 30p no mínimo, para poder virar depois. Altura: bem mais estreita que a pelerine, para poder ficar mais justa nos ombros e não cair. Não dá para dizer quantas carreiras para a altura, mas imagino que do tamanho do corpo.

Costure tudo e voilá! Bom tricô!

sábado, 8 de agosto de 2009

VIVA AS FÉRIAS!CADÊ MINHAS AGULHAS!!!!

Gente, linda! Que saudades de todas...saudades da agulhas...saudade do blog!
DÁ PARA IMAGINAR A MINHA "GANA" DE TRICOTAR????
Duro vai ser convencer o marido a mascar mais essa...hahahahah...
Apesar de estar londe do orkut e do blog, confesso q não resistia e dava uma espiadinha...Só espiadinha, porque se eu entrasse...Vocês sabem :o tempo passa na frente do computador! Agradeço a todas os recados mandados por e-mail e na medida que eu podia ia respondendo...
Mas é por um bom motivo...To adorando a faculdade e o francês...
Bom, saudades da agulhas...
O que vou fazer???? Um poncho, claro!!!!...Está frio D+ e ótimo p tricotar!
Est-ce que je vais faire nu tricot?Je vais faire un costume au un manteou, parce qu'il est très très froid et c'est très bon pour tricoter!
Masah, eu hein?!Claro que isto dai é primeiro semestre, entonces...não exijam...
Como sempre colocarei o passo-a-passo!
E tem novidades ai, uma nova amiga pediu para eu tirar uma receita de olhômetro...Segunda-feira sem falta posto a receita...

sábado, 11 de abril de 2009

Jaqueta Curta e Boina "Rasta" ( TAM:42)

Eu sou assim...

Às vezes vejo uma promoção de linha ou lã e não resisto, compro para deixar para mais tarde fazer algo.
Essa lã eu comprei assim, numa promoção e planejava fazer no inverno. Mas de repente me deu uma vontade louca de fazer... E fiz: em uma semana.
Uma das inovações aqui é a maneira de costurar o zíper, como já publiquei no post anterior. Outra inovação, pelo menos para mim, é a boina e que há muito tempo eu não fazia. Lembro-me de ter feito uma boina em crochê a uns 15 anos atrás mais ou menos para meu pai, que é calvo. Nunca fiz nada para a cabeça em tricô e achei que agora estava na hora de ousar, já que essa moda voltou.





Material:
14 novelos de 40g de lã Botoné, da Pingouin, na cor bege
1 novelo de lã Baby, da Pingouin, na cor vermelha
Agulhas de tricô n° 5 e n°4
Agulha de tapeçaria grossa
Zíper de 40cm na cor bege
Agulha auxiliar( se precisar)

Pontos empregados:
Meia no direito
Tricô no avesso
Barra 1mx1t
Ponto malha cruzado
Ponto sem fazer em malha
Ponto arroz simples
Corda de 6px6carr ( 3p trocam de lugar com os outros 3p, de 6x6 carreiras).
Trança formada de 2 cordas de 4px6carr, lado a lado e em efeito espelho( 4p medianos trocam de lugar, 2p para esquerda e 2p para direita).

Técnicas empregadas:
Efeito espelho: definindo o meio do trabalho, marcado pela trança*, as trocas de lugar das 2 primeiras cordas vão para direita e, as 2 cordas finais vão para a esquerda.

* A trança de 8p, formada de 2 cordas de 4p em efeito espelho.


Abreviações:

p: pontos
aum: aumentos
dim: diminuições
carr: carreiras
m: malha
t: tricô
psfm: ponto sem fazer em malha
pas: ponto arroz simples
pmc.dir: ponto meia cruzado à direita
pmc.esq: ponto meia cruzado à esquerda


Receita da Jaqueta:

Costas:

Montar 45p na agulha n°5 e trabalhar conforme a receita da barra tubular inicial, isso resultará em 89p, fazer 1aum. trabalhar estes 90p em ponto de barra 1x1 por 5carr.
Na 6ªcarr, fazer a distribuição das cordas e listas, fazendo 5 aum. ao longo da carr., e da seguinte maneira:

6ªcarr: 5pas; 2pmc.dir; 2t; 1psfm; 3pas; 1psfm; 2t; 6m; 2t; 1psfm; 3pas; 1psfm; 2t; 6m; 2t; 1psfm; 3pas; 1psfm; 2t; 8m; 2t; 1psfm; 3pas; 1psfm; 2t; 6m; 2t; 1psfm; 3pas; 1psfm; 2t; 6m; 2t; 1psfm; 3pas; 1psfm; 2t; 2pmc.esq; 5pas.
7ªcarr e todas as ímpares: acompanham os pontos, salvo o lugar dos pontos arroz simples.

A partir dai estabelece-se que as trocas de lugar nas cordas e na trança são feitas de 6x6 carr e em efeito espelho. Trabalhar desse modo por 20cm e reiniciar ponto de barra 1x1 por 6carr. Depois disso iniciar o ponto meia ( m: direito e t: avesso) e fazer 20cm. Nesta altura iniciar as dim. da cava em 4p-3p-1p de 2x2carr. Reiniciar o ponto de barra 1x1 e fazer por 6carr. Remontar as cordas, tiras e trança, cuidando para pô-las exatamente nos mesmos lugares dos motivos de baixo. Fazer o trabalho de transagem por 15cm. Não rematar os pontos, deixe-os em uma segurança de tricô.

Frente direita:

ATENÇÃO: A TRANÇA CENTRAL NÃO SERÁ FEITA EM NENHUM DOS LADOS DA FRENTE.

Colocar 22p na agulha n°5 e trabalhar em barra tubular inicial que resultará em 45p. Fazer ponto de barra 1x1 por 5carr. Distribuir os motivos das cordas e tiras de forma igual ao que foi feito nas costas, fazendo os aumentos necessários para compor os motivos. Trabalhar as transagens pelo mesmo número de carreiras. Fazer as carr do ponto de barra 1x1.
Nesta altura é que se faz a abertura do bolso, apenas deixando de tecer os pontos que estão entre as cordas, colocando-os numa segurança de tricô. De corda à corda dá o número de 25p que devem ser arrematados posteriormente em arremate turbular. Numa carreira de ida deixa-se os pontos na segurança, e na volta os recoloca em mesmo número, tramando o fio de trabalho na agulha direita. Volta-se a trabalhar normalmente em ponto de meia ( m dir. e t av.) por 20cm. Fazer as diminuições da cava; reiniciar o ponto de barra 1x1 por 6carr; reiniciar as transagens e na primeira troca já iniciar as diminuições para cava da gola.
As diminuições da cava da gola são de 2p de 2x2carr até restar 17p para o ombro. Não arrematar os pontos, deixá-los numa segurança de tricô, ou já costurar nas costas em grafting em t ou m.
Frente Esquerda:
Proceder da mesma maneira que a frente direita, só que em efeito espelho.
Gola:
Depois de costurado os dois lados da frente pega-se os pontos desde o início da cava da gola do lado esquerdo+ os pontos da gola das costas+ os pontos da cava da gola lado direito e trabalha-se reto em ponto de barra 1x1 por 28carr onde a terminação é com arremate tubular, em vermelho.
Forros dos bolsos:
Pegar 25p da abertura deixada para o bolso e trabalhar em vermelho, em ponto meia, por 28carr. Arrematar e costurar com a lã Botoné, de forma a não aparecer muito a costura na frente, cuidando sempre a distância que deve ser de corda à corda .
Colocação do zíper:
Com a lã vermelha e costura tubular do zíper.
Mangas:
Iniciar com 20p e trabalhar a barra inicial tubular, formando 40p iniciais. Trabalhar em ponto de barra 1x1 por 10carr. Depois disso iniciar os aum da manga:12x 1p de cada lado de 8x8carr. Terminando os aumentos da manga, logo se começa as diminuições, que são iguais dos dois lados e de 2x2carr: 4p-3p-11x2p-1x1p e arrematar os 6p q restaram ao mesmo tempo. Fazer a outra manga igual.
Terminação:
Costurar as mangas e laterais, escondendo as costuras e nós que ficaram do lado avesso.
Boina:
Iniciar com 17p distribuindo logo:
1ªcarr:2t, 6m, 2t, 1psfm, 3pas, 1psfm, 2t.
2ªcarr e todas as pares: acompanhando os pontos , salvo os pontos arroz simples.
A partir dai fazer a troca da corda de 6x6carr e fazer esta tira por 54cm, ou pela medida da circunferência da cabeça. Deixar esses p numa segurança de tricô. Pegar todos p na lateral ( lado dos pas), num total de 108p e trabalha-los em terminação de barra tubular 1x1 na cor vermelha. Do outro lado ( lado da corda), pegar todos os 108p trabalha-los em m, aum. 1p a cada 18p, logo na 1ªcarr. A 2ªcarr e todas as pares são feitas em t e sem aum. Na 3ª, 5ª, 7ª, 9ª, 11ª carr fazer o mesmo n° de aum, sempre no mesmo lugar. Fazer reto por 10carr. Terminando isso iniciam-se as dim: 6x3pjm (nas carr em m) usando a última distância dos aum. como ponto de partida. Fazer isso até ficar 6p, passar um fio por estes pontos. Costurar com a lã Botoné e em grafting a parte que ficou na segurança com o início da tira. Costurar em vermelho a parte da terminação tubular e em lã Botoné a parte de dentro da boina. Esconder as costuras e os nós no lado avesso.

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Meu modo de colocar zíper

Lembram da pesquisa que fizemos o ano passado sobre colocação de zíper?

Tenho dificuldades para colocar zíper da maneira explicada naquele post. A costura sempre sai errada: ou sobra zíper, ou sobra tricô, quando não acontece de ficar ondulações na hora de fechar o feixo... Para quem sabe fazer daquelas maneiras sabe que o acabamento fica ótimo, mas eram, para mim, muito trabalhados. E onde fica a preguiça??? risos...Pesquisei no google, blogs e comunidades mas não achei nada diferente daquilo já sabido.

Parti, então, para um modo próprio de costurar o zíper que chamarei de costura tubular de zíper:
  • Não ficasse aparecendo no avesso.
  • Não usasse fitas para esconder o avesso.
  • Tivesse um bom acabamento.
  • Usasse a mesma linha/lã da malha já feita.
  • Fosse fácil e prático de fazer.

EUREKA! Pelo menos para mim...Resolveram-se todos os meus problemas com a costura do zíper, basta saber fazer barra em tricô tubular. O que se usa é a terminação da barra tubular, ou seja, as últimas 4 carreiras, todas tecidas só os pontos m, ou só os t, movimentando normalmente o fio para frente e para trás.

Material:

Além das 2 agulhas normais de tricô, a lã/linha já usada na malha e do zíper é necessário uma agulha de tapeçaria de ponta bem fina, que são as menores, em geral usadas para costurar tricôs e crochês de verão.

Passo-a-passo numa amostra:

  1. Tendo já prontas as duas laterais onde vai ser colocado o zíper pegar todos os pontos para fazer o acabamento.

  2. Fazer o acabamento em barra 2x2 de forma tubular por 4carr.

  3. Tirar da agulha para separar os lados.

  4. Recolocar os pontos em duas agulhas formando dois lados.

  5. Posicionar um dos lados do zíper por entre estes dois lados.

  6. Fazer uma costura de pesponto (mesmo que alinhavo) de 2x2p, usando a mesma linha/lã da malha do corpo do tricô. A distância entre os pontos é de mais ou menos 0,5cm. Se preferir recosture para simplesmente firmar mais a costura ou preencher os espaços vazios.

  7. Finalização da amostra:tanto frente como atrás ficarão assim (se a recostura for em cima da costura já feita):

  8. Veja como fica num casaco terminado:

sábado, 28 de março de 2009

Aumentos Escondidos

O modo de fazer aumentos no tricô pode condenar o bom acabamento da peça...
"Pelamordedeus", não faça aumentos em laçadas, tá? Não faça isso, me jure, a menos que a receita peça. As laçadas deixam buracos enormes na malha...

Essas duas maneiras de fazer aumentos foram garimpadas pela amiga orkuteira Liza. Estes vídeos me trouxeram novidades e, novidades merecem ser divididas. Por isso que amo a comunidade das Tricoteiras Solidárias!!! Aprendo muitas coisas com estas mulheres MA-RA-VI-LHO-SAS, generosas, inteligentes, simpáticas, divertidas e tudo o mais de bom...

Mas voltando aos aumentos, a maneira como os faço também fica, de certa maneira, escondida e acredito que seja a mais comum. Partindo de um ponto, pego um ponto na carreira abaixo (1p) e o ponto normal(2p).


video

O outro vídeo não consegui fazer o upload, mas tu podes visualizar no orkut:

http://www.youtube.com/watch?v=ILcTB5hc0XM

Baby Jiffy knit Sweater- Receita Traduzida

Antes de postar a tradução desta receita é importante dizer que meu interesse nela foi para aprender o ponto da pala, como mencionei no post de ontem. NÃO FIZ O CASAQUINHO 5H.
Consegui esta receita através da Marivan, que gentilmente me enviou por e-mail, dando a Liza a autoria da tradução, ambas amigas orkuteiras. No entanto, lendo a tradução da Liza, percebi que ela não coloca que, no site da receita original há o reclame, pelo que entendi na tradução do google, do direito autoral das fotos e da receita do casaquinho 5h. E mais: proibe a comercialização da receita original de qualquer forma, seja ela escrita ou já confeccionada, dando o uso da mesma para fins de doação.
OBSERVAÇÕES IMPORTANTES:
  • Como eu fiz uma amostra do ponto da maneira como a Liza traduziu na 9ª carr e não deu certo a formação do relevo, tomei a liberdade de alterar a tradução. Coloco abaixo em vermelho modo como acertei.
  • O casaquinho é feito numa peça só.
  • A quantidade de pontos e carreiras é a mesma para todos os tamanhos, o que muda é o número da agulha, conforme a tabela a seguir:
  1. Tamanho original: (6-9meses) ag.6.5mm; altura peito da peça pronta:63.5cm
  2. Tamanho 2: ag. 5.5mm; altura peito da peça pronta: 53.3cm
  3. Tam.4: ag. 5.0mm; altura peito da peça pronta: 52cm.
  4. Tam. 5: ag.4.5mm; altura peito da peça pronta: 40.6cm
  5. Tam.6: ag.4.0mm; altura peito da peça pronta:41,8cm
  6. Tam.7: ag. 3.75mm; altura peito da peça pronta: 39.3cm
  7. Tam.8: (RN): ag. 3.5mm; altura peito da peça pronta: 34.2cm
Baby Jiffy Knit Sweater
TAM: 6 a 9 meses.

Materiais:

Lã de bebê ( fio duplo )
1 par de agulhas 6.5mm (ag. 10 na numeração inglesa)
4 marcadores
4 alfinetes de trico

Abreviações:

m: meia
t: trico
2tj: 2 trico junto
2mj: 2 meia junto
aum: aumento
pts: pontos

Ponto Meia: direito em meia e avesso em tricô.

Obs: Sempre no começo e no fim das carreiras, os últimos 3 pontos será em meia para as bordas. Faça os aumentos e as diminuições entre as bordas.

Receita:


Começe pelo pescoço ( parte de cima)
Monte 48 pts.

Carr. 1 e 2: meia
Carr. 3 (carreira do colar): 3m, *2tj, laçada, repetir a partir do * atraves da carr finalizando em 2tj, 3m (47pts). Obs: terá 20 buracos no colar ou seja, aqui será o ponto passa fita.
Carr.4: meia
Carr.5: 3m, t até os últimos 3pts, 3m
Carr.6: 3m, *1aumento no próximo ponto (meia na frente e atrás do ponto), 1 m, repetir a partir do * atraves da carreira finalize fazendo 1 aumento no proximo ponto, 3m (68pts).
Carr7: 3m, t até os ultimos 3 pts, 3m
Carr.8: 3m* 2mj, repetir a partir do * até os últimos 4 pts, 4m (37pts).
Carr.9: 3m, *1m, Bar1(M1) (insira a agulha no elo do ponto da carreira debaixo (entre os pts) levante e coloque na agulha esquerda e tricote este ponto normalmente. Obs: veja o video na comunidade tricoteiras solidarias no tópico roupas de bebê.
Carr.9: 3m, *1m, Bar1(M1) (insira a agulha no elo do ponto da 2ª carreira abaixo (entre os pts) levante e coloque na agulha esquerda e tricote este ponto normalmente.
Carr.10: 3m, *1 aum no próximo ponto,2m, repetir a partir do * finalize com 1 aum, 3m.
Carr.11: o mesmo que a carr. 7
Carr.12: o mesmo que a carr.8 (47pts)
Carr.13: o mesmo que a carr.9 (87 pts)
Carr.14: 5m, *1aum no proximo ponto, 4m*, repetir entre os * finalize com 1 aum, 6m (103 pts)
Carr15: o mesmo que a carr.7
Carr.16: o mesmo que a carr.8 (55 pts)
Carr.17: o mesmo que a carr.9 (103 pts)
Carr.18: 3m, *1 aum, 5m*, repetir entre * por toda a carr finalizando com 1 aum, 3m (120 pts)
Carr.19: o mesmo que a carr.7
Carr.20: o mesmo que a carr.8 (63 pts)
Carr.21: o mesmo que a carr.9 (119 pts)
Carr.22: 7m, *1 aum, 6 m*, repetir entre os * por toda carr. finalizando com 1 aum, 6m (135 pts)
Carr.23: o mesmo que a carr.7
Carr.24: 21m (frente) 1 aum, coloque o marcador, 1 aum, 22m (manga), 1 aum, coloque o marcador, 1 aum, 41m (costas), 1 aum, coloque o marcador, 1 aum, 22m (manga), 1 aum, coloque o marcador, 1 aum, 21m (frente) (143 pts)
Carr.25: 3m, t por toda carreira, 3m
Carr.26: meia por toda carreira, 1 aum de cada lado dos marcadores (151 pts)
Carr.27: 3m, t por toda carrreira, 2m
Carr.28: meia por toda carreira, 1aum em cada lado dos marcadores (159 pts)
Carr.29: 3m, t por toda carreira, 3m

Próxima carreira: 25 m, coloque esses pontos num alfinete para a parte da frente, 30m (manga; divida esses pontos deixados em 3 alfinetes ou seja: 49pts para as costas, os próximos 30 pts para a outra manga e os outros 25 pontos para a outra frente.

Mangas: trabalhe em ponto meia por 10 cm. Depois da última ultima carr em trico, diminua 6 pts totalmente distribuidos nesta carreira a cada 5 carreira. Trabalhe os 24pts restantes em barra 1x1 ( 1meia, 1trico) por 4 cm. Arremate. Levante os pontos deixados no alfinete da outra manga e tricote o mesmo como na primeira manga.

Corpo do casaquinho: coloque os pontos deixados nos alfinetes nas agulhas na sequencia correta desta forma: os primeiros 25 pts que você tricotou antes de vc começar as mangas em 1 agulha e o restante dos pontos na outra agulha.
Junte a lã e tricote os 49 pts das costas e os 25 pts da frente, então você terá todo o casaquinho numa só agulha na sequencia correta você terá 99 pts no total.
Tricote esses 99pts em ponto meia por 10cm finalizando na carr em trico.
Carr.A: 3m, 2mj, até os ultimos 4 pts, 4m (53pts)
Carr.B: 4m, Bar1(M1), 1 m, até o ultimos 4 pts, 4m (99pts)
Carr.C: meia
Carr D: 3m, t por toda carreira, 3m
Repita essas 4 carreiras por 3 vezes.
Carr.E: 3m, 2m, 2mj até os ultimos 4 pts, 4m (53pts)
Carr F: 4m, Bar1(M1), meia até os ultimos 4 pts, 4m (99pts)
Carr.G;H;I : meia
Arremate. Costure a parte de cima da manga.
Faça a tira em croche usando a agulha de croche numero 2 e faça uma tira de 76 cm . Então passe essa tira atraves da gola.

quinta-feira, 26 de março de 2009

Ponto para Sirley


Num dia desses, abro meus e-mails e vejo que a caixa de spans estava cheia e, como sempre, confiro os assuntos das mensagens antes de deletar tudo. Havia entre os spans um e-mail com a foto acima e um pedido da receita do ponto da pala do casaquinho de bebê. Eu não sabia, mas achei fácil de tirar no olhômetro.

Iniciei segunda-feira(23/03/2009) as tentativas de fazer o "simplesinho", esgotando as possibilidades de parecência e dedução (e minha paciência!) no dia de ontem(26/04/2009), quando escrevi este post, conseguindo no máximo algo parecido com a foto que me foi enviada. Destas inúmeras tentativas ficou um pontinho bem interessante, e a receita dele está no final deste post, vou chamá-lo de Ponto X.

Sabia, no entanto, que a receita do Ponto X não era a correta. E, como adoro quebra-cabeças de tricô, fui a procura na web e nas comus, além é claro de observar a foto até a exaustão!

Logo recebi a resposta de minha amiga Eliana, minha salvadora! Foi ela que me deu a luz no fim do túnel: era o casaquinho 5h, me disse ela, em recado no orkut. Procurei no nosso amigo "google" e me deu o retorno "Baby Jiffy Knit Sweater" a receita só em inglês...Botei no tradutor: decepção! O tradutor sabe menos "ingrêis" que eu...Me fui ao glossário das Tricoteiras e botei a "cachola" para funcionar... Sem sucesso. Várias e várias tentativas mal sucedidas. Não era possível ser derrotada por uma lã e duas agulhas! Me recuso a desistir!

Voltei ao google e pesquisei imagens. O retorno foi uma surpresa: a foto que me foi enviada num blog chamado Tricotando por Acaso. Postei hoje(27/04/2009) um comentário a dona do blog pedindo encarecidamente a receita, mas voltei a fazer amostras e amostras... Fazia, desmanchava...faltava algo na "meia" tradução da receita ou eu não sabia interpretá-la.

Uma observação importante que eu soube com a tradução do google é que o casaquinho 5h é iniciado pela gola, então o ponto, na foto está de cima para baixo. Para raciocinar corretamente, devemos girar imaginariamente o ponto. E, então, com esse pensamento...EUREKA! Descobri! Descobri o padrão do ponto e posto aqui com todo carinho para a Sirley e para Márcia, amigas orkuteiras.

Tradução da Liza da Receita do Casaquinho 5h.

Este é o resultado que consegui:



As fotos não estão muito boas, não revelam o relevo como deveria e estão tiradas pelo lado correto (baixo para cima).

Amostra com ponto divisível por 2+as bordas, 12p, lã Família, agulhas nº4.

Legenda:

m: malha
t: tricô
pjm: ponto junto em malha
* a *: repetição
pb: ponto de borda

Receita correta:

1ªcarr: toda em m ( direito do trabalho)
2ªcarr:toda em m (avesso)
3ªcarr: 1pb;2pjm até o final da carreira;1pb (direito)
4ªcarr:1pb;*1t, puxar 1p abaixo da linha horizontal que une os 2 pontos que estão um na agulha esquerda e outro na agulha direita e tricotá-lo em t*; 1pb( avesso)
5ªcarr: reiniciar na 1ªcarr.

OBS: O PONTO PUXADO É O SEGREDO DO PONTO. ELE É BUSCADO NA 2ª CARR, QUE É EM TRICÔ, NO LADO DIREITO DO TRABALHO (AVESSO EM M), DEIXANDO O FIO QUE UNE OS PONTOS NA 3ªCARR PARA SER VISUALIZADO NO LADO DIREITO DO TRABALHO. É ELE TAMBÉM QUE RECOLOCA OS PONTOS DIMINUIDOS NA 3ªCARR, ENTÃO, CUIDE PARA QUE A SUA AMOSTRA MANTENHA O MESMO NÚMERO DE PONTOS SEMPRE, COM EXCEÇÃO DA 4ª CARR ONDE O NÚMERO DE PONTOS CAI PARA QUASE A METADE DA QUANTIDADE INICIAL.

Amostra do Ponto X:

Lã Família da Pingouin. Agulha nº4,5 e 11 pontos.


Legenda:

m: malha
pdt:ponto duplo tricô
pdm:ponto duplo malha
fa: fio para trás
ff: fio para frente
psfm: ponto sem fazer em malha
*a*: repetição

Receita do ponto x:

1ªcarr: toda t
carr:toda m
3ªcarr: *1t; 1pdt*1t
4ªcarr: *1m;1t;*1m
5ªcarr: 1t;*1t;fa,1psfm,ff;*2t
6ªcarr: 1m;*1m;1pdm;*2m

OBS: poderá voltar a 1ª ou 3ª carr, depende da distância que se quer entre os motivos.

Aguardo a resposta da Vicky para a correção do ponto. Se houver alguma diferença postarei novamente.

sábado, 21 de março de 2009

Mulheres Bem Resolvidas

Gurias, antes de viajar a Adriana, do blog http://coresdacasa.blogspot.com/ ,me presenteou com um selo. VISITEM O BLOG DELA QUE É TU-DO! Fiquei imensamente agradecida, lógico, mas não sabia como colocar no Tramas100 Dramas e estava saindo de casa, então deixei para postá-lo na volta.
As regras do selinho são as seguintes:
1- Exibir a imagem do selo;
2- Escolher 10 mulheres bem resolvidas e distribuir o selo;
3- Avisar essas mulheres ma-ra-vi-lho-sas.

Se o selo saísse da blogosfera iria indicar primeiramente minha mãe, irmã, tias e amigas próximas.
Mas, como e restrito a quem tem blog vamos aos blogs que admiro.
1- Tricoterias Solidárias. Com isso alcanço a todas as amigas da comunidade Tricoteiras Solidárias, todas são admiráveis...www.tricoteirassolidarias.zip.net
2- Marcia Palamim http://tricoeafins.blogspot.com/
3- Célia http://lesecretducourage.blogspot.com/
4- Cecilia Rocha http://tricocomceci.blogspot.com/
5- Alessandra Viana http://osencantosdoartesanato.blogspot.com/
6- Nice http://flordenicebolsas.blogspot.com/
7- Sandra http://tricoemaistrico.blogspot.com/
8- Angel Maria http://blogchiquitosa.blogspot.com/
9- Eliane http://cantinhodasartes-eliane.blogspot.com/
10 - Danuza Cavalin http://trabalhosdadanuza.blogspot.com/

Obrigada por compartilhar seus achados na net, suas idéias, seus trabalhos, seu tempo, seu carinho...

domingo, 8 de março de 2009

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Dia da mulher são todos os dias!


Não sou feminista, se assim eu fosse admitiria uma luta de classe e consideraria que sou de uma classe inferior ou pelo menos, mais fraca psicologicamente. Ser mulher, não é ser menos, nem mais, é, sim ser "pessoa", gente do sexo feminino. Partindo deste princípio, o de igualdade dos seres humanos, garantido pela Constituição Brasileira desde o nascimento, e algumas vezes até antes dele, não se precisa de um dia específico para lembrar da importância da mulher...e dos homem, das crianças, dos velhos, mães, pais, gays, deficientes e assim por diante. Todos os dias são dia de ser gente do bem.

Claro que sei que alguns homens não respeitam as mulheres e a esses não direciono nem meu desprezo, no máximo explico essa atitude na insignificância de suas mentes não evoluídas. E a pessoas insignificantes não dou nada, por que nada são e não acrescentam nada a ninguém. Lhes sou indiferente, dou-lhes às costas e pronto. Ponto. Gastar meu latim convencendo-os do contrário? Para quê? Se em 2008 estes ainda têm a pretensão de ser de classe superior caem no ridículo por si só. Não precisam da minha crítica para isso.

Gosto de ser mulher! Gosto de maquiagem, esmalte, vestidos, sapatos de salto alto, flores, perfumes, decoração, tricô, crochê, cozinhar, mas odeio tantas coisas ditas femininas...
Tenho noção das minhas fragilidades, dos meus limites como mulher. Isso não me deixa mais fraca. Sou diferente de homem porque lá na concepção os gametas combinaram assim, não porque convenções sociais ou tradições definiram. E nos meus 39 anos já passei da fase de querer provar algo a alguém com garra de leoa ou usar de voz mansa e cílios piscando para obter vantagens. Sou fêmea traquilamente, sem cair na mesmice, na chatice de ser exemplo a ser seguido e não escondo nos cantos da casa minhas opiniões.

Não desqualifico a gentileza masculina de puxar a cadeira, mas minha feminilidade não precisa disto. Quando acontece este fato, aceito de bom grado por educação, por preguiça ou por dengosidade. É, preguiça! MULHER tem preguiça também. Tenho ância de ver mulheres que parecem que deram corda desde a manhã até à noite, enquanto seus homens parecem estar num mundo de sonhos. Estas me parecem querer mostrar que suportam tudo. Bem...se isso lhes dá realização, quem sou eu para condenar? Eu tenho preguiça de suportar tudo e faço questão de mostrar isto. E sou dengosa quando me convém. Assim sou.

Não posso dizer que foi fácil formar este entendimento...Dignidade se constrói por caminhos sinuosos, com ambições, moral e evolução pessoal, e é muito de exposição da personalidade. Expor-se às vezes machuca a alma e dá medo, mas isto te faz crescer internamente. Dignidade é respeitar a si mesmo e aos semelhantes, sem tudo poder, sem tudo aceitar, e quando se conquista ninguém te tira.

Sou mulher digna, mas isso não me garante felicidade incondicional e respeitabilidade. Assim como todos os mortais batalho o dia a dia normalmente, na linha que construí meu mundo, dentro dos meus potenciais, avançando quando necessário, recuando quando preciso e de vez em quando parando. Isto é consciência e inteligência, que não se prova ter ocupando uma vaga estreita no estacionamento ou falando de futebol. Nao gosto de jogos e não perco meu tempo manobrando carro. Meu tempo livre faço tricô. Em que isso me desqualifica? E, se fosse o contrário, em que me enobreceria?
Sim, é importante que as pessoas reconheçam meus potenciais de mulher e de pessoa, mas também se não reconhecerem não fico lamentando. Me junto com meus semelhantes e vou ser feliz.

DIA INTERNACIONAL DA MULHER É, PARA MIM, UM DIA COMERCIAL E CONCORDO COM ELE PARA GANHAR PRESENTINHOS, BEIJINHOS E CARINHOS, MUITO MAIS DO QUE NOS OUTROS DIAS, SEM EXCLUIR O DIREITO TE TER AS MESMAS COISAS TODOS OS DIAS DE MINHA VIDA!
Também é importante retribuir, não é? Então quando instituirão o dia do bom pai? E do bom homem será quando?
O mundo está tão estranho, tão carente de moral, tão avesso ao benéfico e desejável a todos que mais prudente seria desejar:
FELIZ DIA INTERNACIONAL DE SER HUMANO!

sábado, 7 de março de 2009

Colete Fácil para Ana Alice


A Ana Alice, colega de comunidade do orkut Tricoteiras Solidárias e do projeto TricôTchê, me perguntou se eu conseguia decifrar a receita que ela postou no seu blog, no link:

http://wwwanatricotando2.blogspot.com/2009/03/amei_04.html


Bom... Traduzir, traduzir eu não sei. Não "hablo nadica de nadie ingrish"...No máximo o "this is a table" aprendido na escola. Mas o modelo não é difícil fazer, desde que se decida o ponto fantasia do corpo, que aliás é difícil de ver por que a resolução na foto é pouca, a cor é escura e essas duas coisas confundem os olhos.
Alguma coisa de tradução dá para fazer com tradutores on-line e glossários que postei ontem:

http://tramas100dramas.blogspot.com/2009/03/nomeclatura-de-trico-em-varias-linguas.html

Então, com muito carinho eu estou postando para Ana Alice, e a todas amigas da blogosfera, o modo como eu faria este modelo.

Todas sabem que eu normalmente não comercializo minhas peças de tricô. Faço para uso pessoal e uso nesta postagem o TAM 42, que é meu manequim. Também é importante frizar que eu não fiz esta peça, então quando alguém usar esta receita pode dar alguma diferença (pouca, mas pode dar).

Cada vez que eu olhava achava parecido com um ponto diferente:

Material:
300g de lã família, da Pingouin.
Agulhas n°4 e 4,5
Agulha grossa para costurar tricô
Segurança para tricô
(talvez agulha de crochê grossa)

Pontos empregados:
Corpo: ponto fantasia
Pala: barra 1x1
Terminação (se em tricô): ponto arroz
Terminação ( se em crochê): ponto carangueijo

Cada vez que eu olhava achava parecido com um ponto diferente e nos links abaixo estão todos que eu achei que poderia ser.

Triângulos salpicados:
http://picasaweb.google.com.br/tramas100dramas/1001PontosParte2#5225556530868333890
Ponto diamante:
http://picasaweb.google.com.br/tramas100dramas/1001PontosParte2#5225557196835469186
Corda granité:
http://picasaweb.google.com.br/tramas100dramas/1001PontosParte1#5225561582434974866
Ponto andaluz duplo:
http://picasaweb.google.com.br/tramas100dramas/1001PontosParte1#5225563217851222258
Ponto quadriculado 2x2:
http://picasaweb.google.com.br/tramas100dramas/1001PontosParte1#5225563272093293602
Barra flexível:
http://picasaweb.google.com.br/tramas100dramas/1001PontosParte1#5225563329697557634
As plumas:
http://picasaweb.google.com.br/tramas100dramas/1001PontosParte1#5225563711220542642
Colunas indus:
http://picasaweb.google.com.br/tramas100dramas/1001PontosParte1#5225563971886465042



Posso dizer que qualquer desses pontos ficaria bonito ai, mas meu instinto tricoteiro diz que a artesã(o) que fez o modelo orginal usou um ponto divisível por 2.

Modo que eu faria:

Costas:

Iniciaria com 110 pontos, faria 4 carr ponto de barra 2x2, distribuiria o ponto fantasia e faria por 30cm. A partir daí trocaria a agulha para n° 4 e iniciaria o ponto de barra 2x2 e a cava, com diminuições 5-3-2-1, em todas as carreiras, dos dois lados. Ficaria então 90p seguindo assim, reto até os ombros, + ou – 30 cm. Reservaria na segurança.



Frente:

Não me parece que tem botões, então iniciaria igual as costas e faria normalmente o ponto fantasia escolhido. Quando iniciar a barra 2x2, trocaria de agulha, iniciaria a cava da manga e a cava do decote em V. Diminuições da cava da manga iguais as costas. Diminuições da cava do decote 2 ponto de cada lado de 2x2 carr. Tem q sobrar no mínimo uns 15p em cada ombro.



Terminação:

Costurar o ombro em grafting e as laterais por 20cm, abaixo da cava da manga. Sobra um espaço de 10cm embaixo sem costurar.A terminação da cava da manga me parece, ora ponto arroz, ora em crochê e o que for escolhido deve ser repetido na terminação na cava em V e na abertura lateral.


video

quinta-feira, 5 de março de 2009

Nomeclatura de tricô em várias línguas.

Esta tabela, a Rosa, da comunidade Tricoteiras Solidárias, que garimpou.


Este link tem um dicionário inglês-português:

http://tricoteiras.com/index.php?option=com_content&task=view&id=111&Itemid=37


Tricô Bordado

Tricô mais bordado é hummmm louuuxu!
Postei no ano passado os lindos trabalhos que minha tia faz neste estilo:

http://tramas100dramas.blogspot.com/2008/07/trics-bordados.html

E abaixo coloco mais idéias:






Detalhes diferentes em tranças

Estas boas idéias foi a Nádia, da comunidade Tricoteiras Solidárias, que garimpou para nós.




Pontos Diferentes