Minhas Artes

  • Acadêmica de Conservação e Restauro (UFPel)
  • pintura em tela e madeira
  • textos e poemas
  • tricô

Amo gatos!

Desmanchando os Dramas

segunda-feira, 21 de julho de 2008

As Golas

Este tópico foi idéia de minha amiga Arleti Trovati, das comunidades de tricô do orkut e é dedicado a ela.

Não te apavores quando chegar na gola do seu blusão, só tenha em mente que ela exige uma atenção especial, por mais que sejamos "experts".
Depois de escolher o modelo da gola - e existem vários: canoa, gola "V", redonda, torta, quadrada...-é preciso saber pegar os pontos para que não fiquem buracos indesejáveis que comprometeriam a terminação de seu trabalho.

Gola canoa: Não tem diminuições. O trabalho vai reto até o pescoço e as mangas são retas também. Neste caso, não há drama em pegar os pontos. Pegue todos, faça o ponto de barra e arremate.

Gola quadrada: é feita com arremates ou esperas, bem no meio do trabalho, tecendo reto somente os pontos do ombro até o final. A profundidade do decote é decida pelos ombros e pelas cavas. Se queres decote profundo, reserve os pontos mais perto das cavas, caso contrário, mais perto dos ombros.
Os pontos das laterais do decote são retirados de todas as bordas mais os pontos do peito. No entanto, alguns pontos das laterais terão que ser diminuídos logo na primeira carreira, e somente nela, do ponto de barra: teça 2, diminua 1, teça 2, diminua 1... Isso é feito para que não fique franzida esta parte da gola, principalmente se for larga.
Para que não fique buracos torça os pontos para tecê-los. Não todos, somente aqueles que estão nas laçadas largas. Faça isso até terminar a primeira carreira, já tecendo como barra, ou seja, se a diminuição cair como meia, diminua em meia; se for em tricô, diminua em tricô.
Cuide para que os pontos dos cantos da gola fiquem desta forma: 2m, 1t, 2m ou 2t,1m, 2t, no caso de barra 2x2. Na hora das diminuições ficará melhor de visualizar onde é o lugar correto, já que as diminuições serão feitas com 3 pontos juntos.

Gola “U”: proceda da mesma forma que a gola quadrada, fazendo uma só diminuição de 3 pontos juntos no canto, logo na primeira carreira. Nas outras carreiras subseqüentes não haverá diminuições.

Gola V: É feita com diminuições iguais e em todas as carreiras, deixando os pontos do ombro reservados. A quantidade de pontos (gola e ombro) depende da espessura do fio.
Neste caso, na hora que vais fazer as diminuições existem duas maneiras: ou tu deixas os últimos pontos das carreiras na agulha (reserva) ou tu os diminui depois dos pontos de borda. Não arremate-os, por que a boa terminação ficaria comprometida.
1.Se tu optares pelas reservas, logo na 1ª carreira dos pontos de barra, e somente nela, precisarás de algumas diminuições, caso contrário a gola ficará franzida. Teça 3 pontos e diminua 1, teça 3 pontos e diminua 1... Faça isso até terminar a primeira carreira, já tecendo como barra, ou seja se a diminuição cair como meia,diminua em meia; se for em tricô, diminua em tricô.
No meio diminua 3 pontos juntos em todas as carreiras ( isso formará o "V"). Aqui deves cuidar para seus pontos fiquem iguais dos dois lados. Se for barra 2x2 deve ficar assim: 2m,1t, 2m ou 2t, 1m,2t. Se for barra 1x1: deve ficar 1m,1t,1m ou 1t, 1m, 1t.
2.Se optares pelas diminuições tu deve pegar os pontos em todas as bordas e logo na primeira carreira, e só aqui, teça 4 pontos e diminua 1, pelo mesmo motivo acima: a gola não ficar franzida. Se tu tecer esses pontos normalmente pode ocorrer os "buracos", então torça-os. Cuide para que os lados da gola fiquem iguais e em todas as carreiras diminua 3, para formar o "V".

Gola Redonda: É feita justa ao pescoço, com diminuições decrescentes, ao longo de algumas carreiras, e deixando os pontos do ombro. Uma boa maneira de calcular onde começam essas diminuições é medir a distância entre a cava e o ombro, a ¾ de altura.
As diminuições em geral, são de 8, 6,4, 2, 1 pontos ao longo de 10 carreiras ( ida e volta), mas isso depende da espessura do fio e de como gostas da gola. Se o fio for grosso ou quiseres uma gola mais justa diminua a quantidade de pontos, caso contrário coloque mais pontos.
Como acontece na gola “V”, tu podes optar pelas reservas dessas diminuições, em vez de arremates. O benefício disso é que a gola fica mais elástica por que não há retenção de fio.
Depois destas diminuições siga reto até a altura do ombro.
Na busca de pontos para fazer a barra, tanto nas reservas, quanto nos arremates insira um ponto entre uma diminuição e outra (ponto de volta de carreira). Isso não deixa buracos na gola.
Nas laterais que se formaram a partir da altura do ombro, pegue os pontos grandes.
Na hora de tecer a barra, os pontos que serão torcidos, serão os das laterais e os que foram inseridos entre as diminuições.
Para obter um perfeito acabamento de golas redondas visite o link da gola elástica, que é um acabamento em grafting (costura invisível) em vez de arremate:
http://picasaweb.google.com/tramas100dramas/TramasSemDramas

Se tiveres dúvidas sobre quantidade de pontos visite o link de cálculos:

http://tramas100dramas.blogspot.com/2008/07/o-porqu-e-como-fazer-amostras-de-tric.html

A partir dessas noções básicas tu podes inventar golas diferentes.

Um comentário:

arlete disse...

menina Nica, ainda nao agradeci a mensao[s ou ç?] que fez a minha pessoa, sabe que sou grata, sua atençao e despreendimento com as pessoas que te pedem ajuda impressionam!!! pena pra mim que moramos tao distantes uma da outra... bju e mais uma vez obrigada menina......